Como importar da China legalmente

Compartilhamentos

Muitas pessoas hoje em dia buscam formas de ganhar dinheiro online e assim conseguir a tão sonhada estabilidade financeira. Uma dessas formas  é a importação de produtos direto da China.

A grande barreira desse mercado é justamente as leis do nosso país, porém, o intuito desse artigo é justamente lhe mostrar que é possível sim importar da China legalmente seguindo a risca todas as leis que nos são impostas.

Mas antes, é de extrema importância você saber o seguinte:

Como importar da China?

 

Antes de tudo, você deve definir o real motivo da importação, ou seja, você vai importar produtos para consumo próprio ou irá criar uma loja virtual para revender aqui no Brasil?

Existe um modelo de negócio chamado dropshipping, que é a revenda de produtos da China sem precisar de estoque. A imagem abaixo ilustra bem como funciona esse modelo:

Como você pode observar, o dropshipping funciona da seguinte maneira:

  1. Primeiro você cria uma loja virtual (ou pode vender em sites de leilões, estilo mercado livre) e começa a revender o produto direto da China ( sem precisar de estoque );
  2. Você recebe o dinheiro e efetua a compra no seu fornecedor de confiança;
  3. E por último o fornecedor envia o produto direto para o cliente, isso sem precisar você ir até aos correios para realizar o envio.

Esse modelo é ótimo para você que deseja iniciar um negócio online e não dispõe de muito dinheiro. Basta apenas criar sua loja virtual e começar a vender.

Fornecedores de confiança

 

RECEBA NOSSO CURSO GRATUITO

Insira seu e-mail abaixo para garantir acesso grátis ao nosso curso Marketing Digital Para Iniciantes.

Existem milhares de fornecedores de produtos chineses que enviam para todo o mundo e que podem ser facilmente encontrados na internet. Nesse artigo irei disponibilizar uma lista completa com diversos fornecedores que eu mesmo utilizo para realizar as minhas compras.

No entanto gravei dois vídeos que mostram detalhadamente dois fornecedores que são bastante conhecidos e confiáveis na internet.

O primeiro deles é a Tinydeal. Essa loja possui mais de  5 anos no mercado de vendas pela internet, e já posso considerar ela como a minha loja favorita de compras e importação pela internet, e o melhor é que todos os produtos possuem frete grátis.

Veja o vídeo que gravei logo abaixo:

Acesse a Tinydeal aqui

O segundo fornecedor é a DealExtreme, esse fornecedor é considerado o maior portal varejista de produtos chineses do mercado. São mais de 100 mil itens cadastrados em sua loja. Possui frete grátis para qualquer produto.

Veja o vídeo que gravei logo abaixo:

Acesse a DealExtreme aqui

Faça o download da lista de fornecedores que separei pra você. Nessa lista estão contidos diversos sites de lojas que servirão para seu negócio de dropshipping.

 

Agora que você já sabe como importar da China e qual fornecedor escolher, é chegada a hora de você saber:

Como importar da China Legalmente

 

É comum que algumas pessoas, fiquem com o pé atrás quando o assunto é importação da China. Porém, não há o que temer, existe regras que se você seguir com certeza não encontrará problemas e faturará cada vez mais com a importação e revenda de produtos aqui no Brasil.

É importante que você saiba que qualquer pessoa física pode receber encomendas internacionais de até 50 dólares sem a necessidade de pagar nenhum imposto. E como estamos falando de importação de produtos da China, é impressionante o número de coisas que podemos comprar com esse valor.

A dica principal que deixo para você que deseja importar de forma legal  é: nunca abuse dos tamanhos das mercadorias, ou seja, quanto maior a mercadoria, maior será a atenção dos fiscais brasileiros. Levando em consideração que se sua mercadoria for taxada na alfandega você terá que pagar 60% do valor do produto para poder retira-la na receita federal.

Veja a lista abaixo com diversas dicas para importar legalmente da China:

  • No inicio, nunca ultrapasse o limite de 50 dólares em mercadorias. Quando o seu negócio estiver prosperando ai sim você pode ultrapassar o valor limite e com isso pagar a taxa de 60% do país, que mesmo assim você obterá bastante lucro com os produtos que você irá revender.
  • Não importe armas de brinquedos, comida em conserva e nem remédios, isso costuma chamar a atenção dos fiscais e com certeza sua mercadoria não chegará nunca.
  • Quando for comprar um produto, peça para seu fornecedor enviar em uma embalagem discreta que não chame muita atenção. Assim correrá menos riscos de ser taxado na alfandega.
  • Enquanto seu negócio não cresce e você não registra CNPJ, você pode vender as mercadorias no mercado livre, eBay e sites de leilões. Mas o ideal aqui seria você criar sua própria loja virtual e aproveitar todos os recursos que um negócio desse porte pode te oferecer.

Dúvidas?

 

Muitas pessoas ainda possuem dúvidas referentes ao processo de importação. Foi pensando nisso que meu amigo Caio Ferreira, resolveu criar um curso online, com mais de 4 horas em vídeo, mostrando todas as técnicas e estratégias que levaram ele a ser tornar o pioneiro da importação e criação do dropshipping no Brasil.

Conheça o curso do Caio aqui

Nesse curso você aprenderá todos os passos para se tornar um profissional liberal no mercado digital, importando mercadorias e revendendo aqui no Brasil.

Conclusão

 

Espero que esse artigo tenha sido útil para você e que tenha lhe mostrando de forma eficaz o poder do dropshipping em uma estratégia de marketing digital. A minha última dica é que estude o máximo possível sobre esse mercado que está crescendo dia após dia e crie o quanto antes sua loja virtual baseada em importação de produtos da China.

Aqui abaixo deixarei alguns links que com certeza servirão como base para seus estudos sobre importação, forte abraço e sucesso!

Fórum sobre importação => http://importabr.com.br

Grupo no facebook do blogwl => https://www.facebook.com/groups/comunidadewl/

Sobre o Autor Wilker Costa

Estudante de computação e apaixonado por empreendedorismo. Desde cedo buscando sempre inovar e trazer as melhores soluções para seus clientes. Escreve regularmente sobre marketing digital e acredita que esse é o caminho para a liberdade financeira e para a construção de uma sociedade mais empreendedora!

Siga-me::
>