PHP- O que é e como funciona ?

Compartilhamentos

Ao conhecer o treinamento PHP do zero ao profissional pude de fato constatar a importância de sempre estarmos nos atualizando nesse mercado e sempre consumirmos material de qualidade.

Pensando nisso, resolvi aparecer de novo por aqui (peço desculpas pelo sumiço, rs) e desenvolver esse artigo para falar um pouco sobre o PHP, sua história, aplicabilidade e importância no mercado atual.

Para quem não conhece ainda, o PHP é uma linguagem de criação de scripts do lado servidor, que foi projetada especificamente para a web.

Dentro de uma página HTML, você pode embutir código PHP que será executado toda vez que a página for visitada. O código PHP é interpretado no servidor WEB e gera o HTML necessário para a aplicação rodar.

Veja um exemplo:

<?php 

	echo "<h1>Eu Programo em PHP, LOL</h1>";

?>

Nesse exemplo printamos na tela a frase “Eu programo em PHP, LOL“, se você prestou atenção, essa frase está incorporada em uma tag HTML, no caso o <H1>.

Um pouco de história…

 

A linguagem PHP foi concebida durante o outono de 1994 por Rasmus Lerdof. As primeiras versões não foram disponibilizadas, tendo sido utilizadas em sua home page apenas para que ele pudesse ter informações sobre as visitas que estavam sendo feitas.

A primeira versão utilizada por outras pessoas foi disponibilizada em 1995, e ficou conhecida como “Personal Home Page Tools”. Era composta por um sistema bastante simples que interpretava algumas macros e alguns utilitários que rodavam “por trás” das home pages.

RECEBA NOSSO CURSO GRATUITO

Insira seu e-mail abaixo para garantir acesso grátis ao nosso curso de HTML em 30 dias!

Em meados de 95 o interpretador foi reescrito, e ganhou o nome de PHP/FI, o “FI” veio de outro pacote escrito por Rasmus que interpretava dados de formulário HTML. Ele combinou os scripts do pacote Personal Home Page Tools com o FI e adicionou suporte ao Mysql, nascendo assim o PHP/FI, que cresceu bastante, e as pessoas passaram a contribuir com o projeto.

Estima-se que em 1996 o PHP/FI estava sendo usado por cerca de 15.000 sites pelo mundo, e em meados de 1997 esse número subiu para mais de 50.000.

O PHP cresceu tanto que atualmente o mesmo se encontra na versão 7 com vários recursos e melhorias, além de vários profissionais capacitados que estão difundido essa linguagem pelo mundo e criando treinamentos como esse para ensinar os mais inexperientes nessa linguagem.

O que pode ser feito com PHP?

 

Geralmente tudo o que um programa CGI faz, o PHP também faz. Desde a coleta de informações de um formulário, geração de páginas dinâmicas, enviar e receber cookies, e uma das melhores características do PHP é o suporte nativo a diversos bancos de dados, tais como Mysql, Oracle e vários outros.

Algumas capacidades do PHP

 

Alguns dos principais concorrentes do PHP são: Perl, Microsoft ASP.Net, JavaServer Pages (JSP) e Coldfusion. Em comparação a esses produtos, o PHP tem muitas vantagens, incluindo:

  • Alto Desempenho;
  • Interfaces para muitos sistemas diferentes de bancos de dados;
  • Bibliotecas integradas para muitas tarefas comuns da web;
  • Baixo custo;
  • Facilidade de aprender e utilizar;
  • Ótimo suporte e orientado a objetos;
  • Portabilidade;
  • Disponibilidade de código-fonte.

Desempenho e custo?

 

O PHP é muito eficiente, tanto que utilizando um único servidor barato, você pode atender a milhões de acesso por dia. E o custo é zero, ou seja, você pode baixar a última versão gratuita a qualquer momento em: https://secure.php.net/downloads.php 

Aprendizagem do PHP

 

O aprendizado do PHP é muito prático e fácil, por ser uma linguagem que trabalha com programação estruturada e orientada a objetos, você tem a opção de escolher qual a melhor forma de aprendizagem.

Porém, recomendo que aprenda a desenvolver orientado a objetos, além de prático, é a forma encontrada com maior frequência em diversas aplicações pelo mundo a fora.

“Ah Wilker, tentei aprender PHP mas nunca consegui, é algo muito complexo e difícil de assimilar.”

Talvez você esteja tentando aprender com os profissionais errados, siga o meu conselho e conheça o treinamento abaixo, quem sabe eu não te contrate ao final do curso? 😉

>>PHP  DO ZERO AO PROFISSIONAL – CLIQUE AQUI E CONHEÇA<<

Suporte a orientação a objetos

 

A partir da versão 5 do PHP encontramos recursos orientados a objetos. Se você aprendeu a programar em Java ou C++, encontrará os recursos esperados, tal como herança, atributos e métodos privados e protegidos, classes e métodos abstratos, interfaces, construtores e destruidores.

Você até encontrará recursos menos comuns, como o comportamento de interação integrado. Algumas dessas funcionalidades já estavam disponíveis no PHP 3 e 4, mas o suporte orientado a objetos na versão 5 em diante é muito mais completo.

Como funciona o PHP afinal de contas?

 

Bom, para utilizarmos o PHP em sua totalidade, precisaremos de um servidor web ou podemos emular um com alguns softwares conhecidos no mercado.

Acredito que essa imagem possa ser utilizada para facilitar o entendimento de como funciona o PHP.

Quando o usuário faz uma requisição de uma página web ou de alguma informação contida em um banco de dados (database), o servidor (web server) recebe essa requisição e processa a informação que deve ser retornada, é aqui que o PHP entra, ele processa os dados pedidos, gera a informação e manda de volta para o usuário em formato de HTML.

Basta você imaginar um formulário de cadastro, ou seja, quando o usuário cadastra as suas informações naquele form, o PHP recebe as informações no servidor, processa o pedido e retorna uma informação para o usuário. Tudo isso feito de forma implícita no servidor.

Como eu falei no inicio do nosso artigo, o PHP gera HTML, e só é visível do lado servidor, portanto os usuários, visitantes da aplicação não poderão ter acesso ao código-fonte, como é de costume no javascript.

[epico_capture_sc id=”3392″]

Para emular um servidor web em nosso computador e assim brincar com o PHP, podemos estar utilizando o software WAMPSERVER (meu favorito, prometo que trarei um artigo e vídeo sobre ele futuramente) ou o XAMPP.

Esses softwares já trazem em sua instalação o PHP, Mysql e o servidor Apache que será o responsável por interpretar os nossos comandos PHP.

Feito a instalação, já podemos brincar com o PHP. Lembrando que não me alongarei nesse processo de instalação, vou deixar isso para um próximo artigo, assim, quando feito, coloco  o link aqui para ajuda-los a configurar seus ambientes de programação e testes local.

Olá mundo com PHP – Nosso primeiro exemplo

 

<?php 

	echo "Olá Mundo!";

?>

Nesse nosso primeiro exemplo, imprimimos na tela o recado “Olá Mundo!”. Essa frase será gerada em HTML em nosso navegador.

Vamos ao entendimento do código:

  • <?php – Abre o código PHP e o ?> fecha o mesmo;
  • echo – serve para imprimir o conteúdo entre aspas duplas;
  • o ponto e virgula é necessário no final para evitar um possível erro de sintaxe.

Assista esse vídeo e veja como funciona o php na prática

 

Concluindo…

 

Como você pode ver o PHP é uma linguagem robusta e ao mesmo tempo muito utilizada. Para testar a linguagem e começar a aprender você tem duas vias: A primeira é instalar o ambiente por conta própria e procurar tutoriais no Youtube ou até aqui mesmo no blog, ou realizar o treinamento PHP do zero ao profissional e assim começar do jeito certo e colocando em prática todo um passo a passo didático e de fácil entendimento.

>>PHP  DO ZERO AO PROFISSIONAL – CLIQUE AQUI E CONHEÇA<<

Está em suas mãos agora! Se gostou do artigo deixa um comentário para que eu possa saber. Qualquer dúvida estou a disposição.

Forte abraço e mantenha-se forte!

Pegue o Seu Bônus…

 

Não teve tempo para ler todas as informações contidas nesse artigo? Ou talvez queira salvar esse conteúdo em seus favoritos?

De qualquer forma, criei uma versão em PDF desse artigo que você pode baixar e salvar em seu computador.

 

Sobre o Autor Wilker Costa

Estudante de computação e apaixonado por empreendedorismo. Desde cedo buscando sempre inovar e trazer as melhores soluções para seus clientes. Escreve regularmente sobre marketing digital e acredita que esse é o caminho para a liberdade financeira e para a construção de uma sociedade mais empreendedora!

Siga-me::
>

Que Tal Aprender a  criar um blog igual a esse?